Categoria: Dicas


Help! Como se virar em outro país sem falar o idioma

Sonha em visitar a Rodovia Dolorosa em Jerusalém, a Mesquita Azul em Istambul ou qualquer país com idioma que nada tem a visualizar com o nosso português? Se o seu pavor é de se perder ou até fazer o pedido falso de um acessível café por nem saber a língua lugar, é hora de se aliar à tecnologia e se aprontar para impedir contratempos.
Decadência nem é desculpa para nem compreender outra língua. Uma vez que tu se dê conta de que ter a mínima noção do idioma te dará mais segurança no país que quer entender, já é um bom fundamento para abrir os livros, quer dizer, o aplicativo. Assim como tantos aplicativos interessantes aos viajantes que já listamos aqui no nosso blog, os que te ajudam a improvisar em algumas são línguas são tão essenciais quanto. Saber expressões básicas pode te livrar de uma enrascada. Portanto, realmente compensa estar preparado antes e no decorrer da viagem:
– comece estudando um tanto do idioma. Diversos aplicativos são de fácil aprendizagem, através da memorização de vocabulário, como Accela Study e Biscuit, ou de pronomes, verbos e construções de frases do cotidiano e de quem viaja, com o Duolingo, Busuu, Babbel, Lingaleo e Beelingo. Já o HiNative fornece jogos interativos e a possibilidade de falar com nativos do idioma que você está aprendendo. Os conhecidos guias de bolso de cada língua são focados em clarificar perguntas aos turistas e têm seus aplicativos, como os da Lonely Planet e Travel ;
– se quer impossibilitar transtornos com troca de informações em que qualquer problema poderá causar um problema em sua viagem, trace todo o seu roteiro neste local no Brasil. É nessas horas que agências de turismo caem como uma luva para tomar conta de trâmites deste tipo e sempre há um contato delas no país onde tú vai caso queira de algum serviço extra. Porém se tú mesmo criou seu passeio, reserve tudo pela internet, como hotel, aluguel de carros, ingressos para parques ou museus, para não ter que procurar informações somente no lugar, no momento em que todo o tempo é precioso;
– para nem dar com a cara pela porta do museu fechado ou circular à toa pela cidade procurando o que fazer, o app Tourist Eye indica os atrativos turísticos à sua volta e permite fazer um tipo de diário de bordo, com registro por onde passou. Já o YPlan ainda cobre muitas cidades, entretanto te indica qual a programação do dia com ingresso disponível;
– educação e respeito nunca são além da medida em nenhuma fração do planeta, ainda mais quando é você que encontra dificuldades e tem de assistência. É comum viajantes se enfurecerem porque no país que visitam os moradores locais nem falam um inglês ou espanhol que você poderia arranhar, menos ainda o português. Eles nem têm obrigação, assim como este neste local muito gringo passa apertado pelo motivo de nem dominamos sequer o espanhol, mesmo com tantos países vizinhos hablantes de la lengua;
– se tú tem noções de navegação (localização geográfica), vale a pena adquirir um mapa ou aproveitar muitos cafés e restaurantes para usar a wi-fi e se encontrar para saber qual vai ser a próxima parada. Os aplicativos de mapas são o Citymapper e, claro, o Google Maps ;
– para saber se tu está indo no caminho direito o Google Tradutor diz na sua língua o que estiver escrito nas placas ou no que você colocar diante da câmera do seu smartphone. Seja rápido caso a placa indique recinto proibido! Em 2015 o Google obteve o criador do aplicativo World Lens e neste momento é tudo a mesma coisa;
– quando mapa, tecnologia ou tua própria memória fotográfica não é seu potente e o terror de se perder é amplo, tire fotos no decorrer do caminho para poder reconhecer na volta;
– quer se arriscar porém nem entende como pronunciar? Deixe o trabalho pros aplicativos. Com o Vocre e o Voice Translator Free tu fiz a frase que quer traduzir e ele responde em voz alta para o seu interlocutor escutar. Já o Tradutor de Viagem você pode escolher também entre frases prontas para cada tipo de situação;
– a despeito de números sejam números em cada território, se tem questões na hora de acertar a conta do almoço ou o troco da corrida de táxi, use a calculadora do teu smartphone sem susto. Inclusive se ceder gorjeta parece qualquer coisa inviável, o Tipulator te ajudará a fazer as contas;
– quem fala inglês entretanto está perdido pela Grécia, Turquia, Israel ou outro país com língua totalmente diferenciado, a esperança são os jovens. Procure um pela via e pergunte se fala inglês. A oportunidade de saberem é amplo e de te salvarem também. Em alguns países asiáticos, como Filipinas e Indonésia, os habitantes aprendem inglês desde cedo, já na faculdade. E pela África, muitos países tem o francês como uma das línguas oficiais, como Madagascar e Marrocos, a título de exemplo, o que ajuda muito em regiões com idiomas distintos e tantos dialetos;
– se não entende onde dirigir-se nem ao menos como agir, seja em um restaurante chinês ou na visita a um templo budista na Tailândia, siga o que locais exercem. Ele são o melhor termômetro para indicar o que é tido como normal por lá;
– o smartphone está sem bateria ou tu não é extremamente fã de aplicativos? Use o bom e velho papel e caneta. Desenhe onde quer ir ou do que precisa, escreva o nome do lugar mesmo que nem saiba pronunciar que as oportunidadess de assegurar sucesso na comunicação ainda existem. E tenha em mente, em qualquer ambiente do mundo, a língua da salvação é a mímica. Claro, não é sempre que dá direito, contudo realmente compensa como último plano. E você, já passou por um aperto em outro idioma ou achou uma solução e conseguiu ser compreendido?

Imposto de remessas ao exterior diminui para 6% até 2019

Para alívio das agências de turismo e empresários do setor, a cobrança do Imposto de Renda Retido na Referência (IRRF) sobre gastos no exterior foi reduzido de 25 por cento para 6 por cento. A mudança se deu por intervenção de Medida Provisória publicada no dia dois de março no Diário Oficial e estende a redução até 2019. A espera nesta hora é que o receio do brasileiro em ganhar o repasse no pacote de viagens caia por terra e volte a fazer as malas. A expectativa também é de que a MP vire lei no Congresso.
A cobrança dos 25% afetou diretamente as agências de turismo, responsáveis em fazer remessas para garantir reservas de hotéis, voos e alugueis de carros entre novas despesas. O alarde do imposto se deu nesse início de ano por causa de até então a lei doze.249, de 2010, estava suspensa de cobrança até dezembro do ano passado e passou a vigorar a partir de 2016. Em discussão com o governo federal há meses, o trade turístico havia chegado a um acordo com o Ministério da Fazenda de que o imposto seria reduzido de 33 por cento para 6 por cento, como previa a lei originalmente. Contudo na virada do ano, a redução foi para apenas 25%.
A novidade fez com que as agências segurassem o repasse para assegurar a venda de pacotes diante do temor de que a queda nas vendas gerasse ainda mais demissões e até o fechamento de corporações. A redução nem é tão assustadora quanto 25 por cento para as pessoas que já está habituado a viajar com cobranças em torno de 6 por cento, como o IOF sobre isto compras internacionais com cartão de crédito e cartão pré-pago. No entanto aperta o bolso de quem se esforça em almejar viajar ao exterior e ter que gerenciar o orçamento com as principais moedas em alta, principalmente o dólar. Confira a seguir as principais restrições:
No momento em que é cobrado – No momento em que são feitas remessas de dinheiro daqui pro exterior para reservas e compras, como bilhetes aéreos, aquisição de ingressos e aluguel de carros. Precisa ser pago também quando há envio de dinheiro a nem dependentes que morem em outro país
Quem paga – O imposto é retido pelas corporações responsáveis por fazer essa remessa ao exterior, quer dizer, operadoras e agências de turismo que nem têm outra saída a não ser repassar para tu no preço encerramento
Isenção – Está livre da cobrança a cobertura de gastos com saúde – como serviços médicos e hospitalares -, despesas educacionais (taxa escolar, diagnóstico de proficiência e inscrição em eventos, como congressos e seminários), com finalidade científica e cultural e remessa de dinheiro a dependentes
Opção – Tú foge do imposto se comprar diretamente de websites estrangeiros na internet. No entanto, paga seis,38% no emprego do cartão de crédito. A saída era vantajosa no momento em que se tratava de vinte e cinco por cento. Se ainda então quiser pagar menos, pode pagar pelo hotel ou comprar ingressos com dinheiro em espécie. Por esse caso, há cobrança de IOF de 0,38 por cento pela compra da moeda. Todavia não é sempre que há garantias em compras “em cima da hora”
Outros – Passagens aéreas internacionais não têm a cobrança quando o imposto também é pago ao país de origem da companhia. É o acordo de bitributação que o Brasil tem com alguns países e, de acordo com especialistas do setor, a maioria das empresas aéreas exercem quota dele. E no caso de transferências bancárias feitas ao exterior, a operação está sujeita à tributação da entidade financeira. Confira mais fatos sobre a cobrança do imposto no nosso website.
Depois de assinada pela presidente Dilma Rousseff, a medida provisória deve escoltar para a Câmara dos Deputados, o Senado e no fim de contas, à votação do Congresso Nacional. Até lá, a redução segue em seis por cento até o ano de 2019.

Por que tú tem que impedir viajar para esses países prontamente

Não é o tipo de texto que você pesquisa no momento em que quer escolher seu próximo destino. Porém um pouquinho de utilidade pública nunca é demais. Uma coisa é generalizar e outra é ser realista diante dos defeitos que se tem para entrar em um país ou conhecê-lo. Listamos abaixo alguns lugares que, por hora, não são bastante recomendáveis de se deslocar-se, seja pela situação econômica, política ou social. Antes de mais nada, você tem que compreender já que é agradável saber um pouquinho da realidade ambiente:
– primeiramente, por segurança. Este é o fator principal que faz o volume de turistas estrangeiros desabar no país;
– por questões financeiras. Tú tem que saber a quantas anda o câmbio em relação ao real, como também o poder de compra da moeda. Quer dizer, quanto realmente ela vale para adquirir uma acessível garrafa d’água. Além disso, a decadência pode aparecer a um ponto em que possa ser inviável “turistar” por lá. Os serviços encarecem e ter acesso a eles com característica fica ainda mais difícil, uma vez que a estrutura do país é desfavorável;
– por problemas de saúde, de forma especial graças a do surto de doenças;
– saber mais sobre o local mostra interesse no país que está visitando, não só para recolher selfies entretanto também para explorar aquela cultura;
– tem cenário para conversar com moradores locais ou no mínimo apreender o que eles estão falando;
– nem cometer gafes fazendo comentários infelizes com habitantes do ambiente

É interessante que você saiba que estes são fatores temporários antes de riscar esses destinos de uma vez no mapa. Não é o caso de países como Bélgica e França que, apesar de terem sofrido atentado terrorista, nem tornaram-se palco de acontecimentos recorrentes.
O cuidado nestes países anda continua, mas estamos postando de lugares em que a segurança dos habitantes, e de tu, turista, está em traço até que o governo dos países envolvidos coloquem várias mudanças em prática. No entanto uma coisa é certa: viajante é livre para destinar-se aonde bem perceber. Confira a relação dos países não recomendados para se viajar:
A insegurança é mais potente no sul das Filipinas, segundo a orientação do próprio Ministério das Relações Exteriores. Pela região de Mindanau, alguns grupos têm atônito embarcações para sequestrar estrangeiros e pedir dinheiro do resgate.
Além desse tipo de ocorrência, também têm sido inscritos confrontos de forças separatistas contra o governo do país e até aparatos explosivos colocados em locais públicos.
A segurança tem sido reforçada, no entanto a indicação é de deslocar-se pra áreas mais seguras, que são as regiões central, Visayas, e do norte, Luzon. Estas são as áreas em que o arquipélago – formado por mais de sete 1 mil ilhas – é dividido, somando a região sul, Mindanau.
O país anda um tanto conturbado, ou no mínimo são essas as notícias que chegam no Ocidente. A população tem feito abundantes protestos contra a corrupção e um dos mais recentes foi contra os baixos salários, feito no dia 1º de maio.
O arquipélago acabou de ir pelas eleições presidenciais, em que Rodrigo Duterte, ganhou, de acordo com a BBC. Ele já foi prefeito por mais de 20 anos e é popular por ser do tipo “linha-dura” no conflito ao crime.
É, já sabemos que o Brasil também está na mira de países “zikados”. A recomendação na imprensa internacional, para quem vem nos visitar, é de cautela e máxima prevenção contra picada do mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da zika. Também sugerem que mulheres grávidas impossibilitem viajar para várias regiões no Brasil.
O mesmo vale se tú for viajar pelas Américas. Tenha atenção aos seguintes países: Bolívia, Chile, Colômbia, El Salvador, Guatemala, Guiana Francesa, Honduras, Ilha de Martinica, México, Panamá, Paraguai, Porto Rico, Suriname e Venezuela. Eles estão listados como territórios que têm áreas de superior transmissão do vírus.
Além de ser um dos redutos do Aedes aegypti, o território mexicano enfrenta o combate ao crime estruturado. De acordo com o governo do vizinho Estados unidos, que emitiu o alerta pouco tempo atrás, as zonas turísticas nem tiveram nenhuma ocorrência.
Foram inscritos homicídios, furtos e sequestros em diferentes áreas do país, como nos estados do México, Oaxaca, Yucatan e Chihuahua, além de outros mais.
A orientação é que você impossibilite sair das áreas consideradas mais seguras e turísticas. Tendo como exemplo, se viajar de veículo ou de ônibus, poderá encontrar pontos de parada na avenida por militares.
A dica é estar atento, evitar lugares mais isolados. Nem use de preços elevados ou chamativos, como joias, relógios e o emprego de câmeras.
As tensões entre os partidos de oposição e o substituto do presidente Hugo Chavez, Nicolas Maduro, tem impactado a economia do país. Medidas do governo resultaram numa importante escassez de produtos de inevitabilidade primária, como água e itens de higiene.
A inflação tem alcançado índices que quebram qualquer país. Esta desestrutura tem aumentado a violência. Por este cenário, visitar a Venezuela imediatamente é acompanhar essa fase de tensão e insatisfação dos habitantes.
Além disso, tu podes ter problema de acesso a serviços ou ter que pagar preços mais caros.
Militantes de um grupo filiado ao Estado Islâmico no país atacaram a cidade de Ben Guerdane, em março. O ato causou a morte de 12 pessoas, entre civis e militares.
O problema é que os alvos destes grupos são forças do governo e lugares turísticos. Foi o que aconteceu no ano passado, em ataque a um museu e um hotel pela praia.
Impossibilite comparecer ao sudeste da Tunísia, que fica perto da fronteira com a Líbia. O mesmo para as regiões montanhosas, próximas da divisa com a Algéria, onde diversos dos grupos militantes se concentram. O estado de alerta no país foi mantido até junho.
Além da Tunísia, Egito, Líbia e Algéria têm sido áreas de atuação do Estado Islâmico, Al Qaeda e outros grupos extremistas.
O principal alerta é impossibilitar ir ao sudeste da Turquia, próximo à fronteira com a Síria. Mas, atentados novas tiveram como alvo regiões populosas, de forma especial com extenso concentração de turistas, como as cidades de Istambul e Ancara.
O governo do país tem entrado em atrito com grupos curdos, em uma região que há anos luta por independência. Além de atentados, a Turquia enfrenta intervenções como restrições à imprensa e a cidadãos que se coloquem contra o governo.
Impeça circular por áreas com muita gente e se hospede em locais onde que tú tenha a certeza de que estará seguro.
Infelizmente alguns países do continente africano seguem na tabela de locais não tão seguros para se visitar. Entre os casos mais novas, a República Democrática do Congo deverá ter eleições este ano, o que pode produzir superior agitação.
No ano anterior, diversos protestos pediram que o presidente Joseph Kabila deixasse o cargo. Viajantes estão sujeitos a serem parados em bloqueios oficiais nas estradas, do mesmo jeito que pagar suborno ante ameaça de atos de violência.
O Quênia enfrenta a atuação de forças extremistas desde 2013, essencialmente os vindos da Somália. Alguns ataques já foram feitos em áreas de circulação de turistas, como aeroportos e hotéis.

Cidades pequenas da Alemanha são o novo xodó dos turistas

O turista brasileiro que desembarca na Alemanha já não se contentam mais com Berlim, Munique, Frankfurt e Hamburgo, 4 das principais cidades do país europeu. A moda, neste instante, é combinar destinos clássicos com cidades pequenas, que tornaram-se os novos xodós dos visitantes.
Não seria preciso sobressair com números, já que os recantos escondidos entre as cidades enormes alemãs são famosos pelo teu charme e na movimentação pacata, ideais para que pessoas pesquisa olhar um território perfeito com sensatez e sem o tumulto e a correria das metrópoles. Porém, a diretora de turismo da Alemanha no Brasil, Margaret Grantham, disse que Rotemburgo e Nuremberg, tendo como exemplo, já tiveram incremento de 20% e 6%, respectivamente, no número de turistas brasileiros.
O interesse por essas cidades secundárias chama a atenção já que, em geral, a Alemanha prevê que, ao término do ano, o total de viajantes originários do Brasil tenha um decréscimo de cinco por cento. Só em janeiro, a retração chegou a trinta por cento, entretanto em maio já diminuiu para 10 por cento. A concepção é que a situação comece a melhorar só por meio do segundo semestre de 2017.
O lado excelente é que, até lá, dá tempo de você se organizar financeiramente. Outra vantagem é que as cidades menos badaladas costumam ter um custo menor, tanto em hospedagem quanto em alimentação e transporte. Confira várias singelas cidades alemãs que estão em alta no instante.
– Triberg: É onde fica a superior cachoeira da Alemanha, o que é um atrativo e em tal grau se tu ama aliar turismo ao contato com a meio ambiente. Tu vai se notar numa pequena vila em meio à Floresta Negra. No centro, descubra as lojinhas turísticas e se encante com a indústria de relógios cuco.
– Rotemburgo: Você vai se apaixonar neste centro medieval super preservado. Para possuir uma ideia, as muralhas que cercam essa cidade da Bavária são do século 14.
– Bamberg: Patrimônio Mundial da Unesco, a cidade medieval segue intacta, com castelos e edificações que datam do século doze, entretanto há um toque contemporâneo nas dezenas de cervejarias que se espalham na cidade.
– Baden-Baden: O turismo de luxo a todo o momento acha teu mercado. Na Alemanha, os que têm mais poder aquisitivo se esbaldam nesta cidade cheia de parques, jardins e edificações suntuosas, onde predominam as lojas caras, os spas, as galerias e um cassino.

Polybert49 rua .com / CC BY-SA
– Freudenberg: A arquitetura harmônica é o que mais chama a atenção nessa pequena cidade localizada no oeste da Alemanha.
– Cochem: Um imponente castelo construído no século, rodeado por vinhas que se transformam em um dos melhores vinhos da Alemanha (o Moselle), é uma atração imperdível desta pequena cidade ribeirinha.
– Heidelberg: Sublime para adolescentes, esta cidade mistura construções convencionais, cervejarias antigas, castelo e pequenas vielas e está a toda a hora cheia de gente circulando, visto que trata-se de uma cidade universitária, a 6 horas de Berlim.
– Garmisch-Partenkirchen: É um ótimo destino de inverno, a menos de uma hora de Munique. Fica na região dos Alpes e é ideal para a prática de esportes no gelo, como esqui.
– Nuremberg: Passear por esta cidade é viver os livros de História. Destruída quase totalmente durante a Segunda Disputa, modelos originais da Idade Média basearam a reconstrução dos edifícios medievais. O centro histórico é rodeado por uma muralha que resistiu à luta, com extensão de quatro quilômetros.
–

Sem demora é a hora de encaminhar-se: os oito melhores resorts do Caribe

Quem nunca sonhou em desfrutar dos merecidos dias de descanso à beira de uma praia paradisíaca? Não é à toa que as ilhas caribenhas atraem quem gosta do verão por sua graça, clima agradável e águas cristalinas. A região do Caribe se localiza pela região da linha do Equador, onde o clima tropical reina no decorrer do ano. A temperatura média da região é entre aprazíveis 24°C a 29°C.
E se há melhor época para visitar as ilhas é entre dezembro e abril, uma saída para que pessoas foge do inverno do hemisfério norte. Já entre maio e novembro o clima é mais úmido e as ilhas mais ao norte conseguem ser rota de furacões entre julho e outubro, o que é mais difícil de acontecer nas ilhas do sul, como Trinidad e Tobago e as ilhas ABC (Aruba, Bonaire e Curaçao). Destino de veranistas do todo o mundo, no Caribe há hospedagens nos mais diversos estilos, serviços e preços. Confira a escoltar os melhores resorts para você escolher nas tuas férias.
Nesse resort não há Televisão nem rádio para te distrair da paisagem paradisíaca em volta. A construção tem estilo inglês colonial em azul e branco, com ambientes aconchegantes em mobília antiga. Há quarenta e oito suítes – a varanda privativa tem visibilidade para a praia – e chalés, que possuem piscinas particulares. E a cozinha é especializada em culinária caribenha. Em 2015, o Jamaica Inn foi listado como 11° entre os quarenta melhores resorts do Caribe pela revista Condé Nast Traveller e o segundo melhor pela classe pelo Traveler’s Choice do Trip Advisor.
Considerada a melhor entre as mais de 40 propriedades em Providenciales pelo TripAdvisor e a quinta melhor entre os resorts caribenhos, a marca do The Tuscany é a hospitalidade. O recinto apresenta acomodações de um a três quartos com varanda privativa e banheira. Entre os serviços há bicicletas, churrasqueira, sala fitness, piscina e quadra de tênis à sua disposição. Também há serviços pagos para transporte, compras, spa e massagem, chef típico, babá e fotografia.
Este é um dos resorts destinados apenas para adultos, maravilhoso para casais que procuram sensatez. Os quartos foram reformados há pouco tempo, com mobília moderna, roupas de cama de alta peculiaridade e porta francesa pra varandas privativas. Há quatro tipos de suíte no The House e uma delas acrescenta uma máquina de café. São oferecidos pacotes para massagem, golf, sessão de fotos e serviços extras para casais em lua-de-mel, renovação de votos e até para as pessoas que vai fazer pedido especial de casamento.
Localizado pela ilhota de Santa Maria, o Royalton destinado a adultos se classifica entre os melhores no Caribe no conceito all-inclusive de luxo. Entre os serviços e facilidades do pacote estão acesso à sala fitness, serviço de quarto e mordomo, coquetel de recepção, check-in e check-out personalizados, desconto no spa, bebida e comida à vontade e entretenimento pela praia.

Com design inspirado na arquitetura greco-romana, o Iberostar eleito entre os melhores na categoria all-inclusive tem como uma de tuas facilidade um shopping. Há souvenir, artesanato, livros, jornais, presentes e artigos sem precisar sair do hotel. São mais de 270 suítes, com wi-fi, minibar, Televisão, dvd, jacuzzi e menu de travesseiros. Entre as atividades, há aulas de mergulho, vela, parasailing e esqui aquático.

Classificado entre os melhores resorts caribenhos pelo TripAdvisor, o Pineapple fica a apenas 15 minutos do aeroporto de Governor’s Harbour. Os trinta e dois quartos possuem cozinha, ar-condicionado, web e varanda com vista pra tropicalidade da região. Entre as sugestões de passeios estão mergulho, cavalgada, tour na ilha, stand up paddle, yoga e caiaque. O resort fica próximo do Parque de Plantas Nacionais Leon Levy, com mais de 200 espécies de flora e fauna locais, além de 100 espécies de plantas medicinais. Pra culinária, a dica é o restaurante e boteco Tippy’s e o Bank’s Road Deli, onde também são se encontram souvenirs.
Nesta pequena ilha do arquipélago de Jardines do Rey está uma das unidades da rede Meliá de hotéis. Eleito o décimo melhor resort no conceito all-inclusive do TripAdvisor, retém bangalôs charmosos feitos a respeito de estacas em uma lagoa marinha natural. Destinado a adultos somente, o hóspede podes participar do Sistema Day Around free entre os hotéis Meliá Cayo Coco e Cayo Guillermo. Com acesso às piscinas e à praia, há opções de vôlei de praia, pesca, mergulho, windsurf, catamarã, passeio de iate e stand up paddle.
Se tú quer ver o sistema all-inclusive, Sandals é a referência. Por vinte anos consecutivos vem sendo eleita a melhor companhia no conceito pelo World Travel Awards, aproximadamente um Oscar do turismo. O resort para adultos adiciona no mesmo pacote – acesso a acomodações de luxo, serviço de mordomo, concierge, vinho caseiro, golf, esporte náutico motorizado, wifi, spa e até casamento. Há numerosas categorias de suítes, alguns com piscina privativa.

Problemas no quarto de hotel? Saiba como definir em cinco informações

Está com dificuldades no quarto de hotel que você escolheu para se hospedar? Confira as dicas a acompanhar:
Salve o “Quero conversar com o gerente” para mais tarde. Várias queixas no hotel começam com estas seis expressões: “Eu pretendo conversar com o gerente”. Tu está irritado, cansado, e talvez até com raiva. Tu quer ir direto ao ponto, todavia resista a esse impulso. Na recepção, os funcionário são treinados para suportar com problemas fácil, como uma Tv quebrada, vizinhos barulhentos ou uma torneira pingando. Conduzir esses dificuldades ao próximo nível durante uma queixa inicial é desnecessário e um insulto para os recepcionistas. Só considere chamar o gerente se os recepcionistas estão lhe ignorando ou se já fez várias solicitações, porém nem recebeu resultados. Considere os funcionários da recepção seus aliados competentes e confiáveis – até que se prove o contrário – e deixem que eles cuidem do que tú precisa.
Tenha expectativas realistas. Tu reservou um quarto de hotel com apoio nas imagens que viu na internet, que mostravam um quartinho descomplicado com diárias baratas, que incluíam até café da manhã. Contudo ao regressar lá, viu que o colchão era desagradável, as toalhas finas, o chuveiro precário. É claro que você ficaria desapontado se estivesse esperando um colchão espantoso, toalhas macias e chuveiro potente. Porém seria burro reclamar sobre as comodidades em um estabelecimento tão barato. É um exemplo extremo, porém mantenha suas expectativas dentro da realidade e esteja correto que tuas queixas são solucionáveis. Claro que você tem certo a um quarto limpo e seguro, com o mínimo de ruído possível, pelo menos ao longo da noite e as primeiras horas da manhã. Se algo não está certo, é razoável mencionar a dificuldade, porém seja realista.
Visualhunt.com
Documente tuas reclamações. Faça tua queixa da forma mais específica possível. Falar apenas que o quarto está sujo não será bastante para atingir a atenção que tu precisa. Prefira ser direto, como “há duas baratas no quarto” ou “a banheira está com mofo”. Tire imagens e faça anotações, atentando às datas e aos horários. Apresente esses documentos à recepção e…
Guarde o nome do atendente. Quando um funcionário do hotel diz que irá pesquisar sua reclamação, acesse de imediato para a etiqueta ou crachá que ele estiver utilizando e decore teu nome. Se não houver nenhuma identificação, pergunte. Várias queixas são perdidas porque o hóspede não domina para que pessoas reclamou, o que é comum, especialmente em grandes hotéis, onde há diversos funcionários pela recepção. Nessas situações, geralmente não dá para dizer que dialogou com “aquele cara que estava trabalhando por aqui ontem, por volta das 17h”. Com certeza, não havia só um funcionário naquele horário. Anote o nome dos seus interlocutores até que teu dificuldade esteja resolvido.
Leve a queixa às “instâncias superiores”. Desejamos a todo o momento ser otimistas, todavia é preciso expressar que, por vezes, você vai esgotar todas as tentativas razoáveis para resolver um defeito em sua hospedagem. Essa é a hora em que tu vai escalar a reclamação pras instâncias superiores. Se o hotel é de uma vasto rede, entre em contato com a sede da franquia, informando o que já ensinamos nos itens anteriores: documentações sobre a queixa e o nome das pessoas que o atenderam. Outra opção é transportar a tua queixa a uma agência equivalente ao Procon no exterior. E não esqueça: Facebook e Twitter também são capazes de ser efetivos. A maioria das organizações têm especialistas em mídias sociais que monitoram cada reclamação que possa causar vexame. Às vezes poderá ser mais rápido adquirir uma resposta ali, na internet mesmo.
–

Empreenda as propostas de mudança pela aviação brasileira

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) propôs a revisão das Condições Gerais de Tráfego (CGT) com o objetivo final de alavancar a atividade do setor com a otimização de serviços e custos. É acontecimento que a aviação brasileira nem está em legal fase. Basta ver nos noticiários os ajustes de corte no orçamento, elevação dos custos, cancelamento de expansão das corporações e consequente perda de competitividade em voos internacionais. Hoje o setor lida com a baixa busca em um tema instável politicamente. Ainda nem é possível determinar quais respingos cairão sobre o assunto nossa economia já sensível à desvalorização do real e desemprego grande. Para que pessoas viaja, fica a dúvida se as propostas serão favoráveis ou mais um peso pela conta de cada viagem. Veja a seguir quais as principais mudanças cogitadas. Os pontos em análise seguiram pra fase de discussão em audiência pública, uma em São Paulo e outra em Brasília. O público também poderá participar na web.
Nos dias de hoje o sistema de cobrança por volume e peso da bagagem despachada e de mão seguem alguns parâmetros da Anac. A revisão propõe que os padrões sejam alterados e então desregulamentados. Assim cada organização vai elaborar teu próprio método de cobrança e deverá ser ajeitado ao critério adotado por outros países. A impressão que fica é que comprar passagem aérea vai ser mais confuso do que já é e as contas na ponta do lápis do que compensa ou nem deverá ser mais criteriosa.
No entanto, ainda é cedo para saber por causa de o serviço e a cobrança poderão simplificar a nossa vida e o preço não escapulir muito do atual. A proposta é que o limite de peso para bagagem de mão mude de 5 para dez quilos, o que é ótimo para as pessoas que quer viajar sem despachar nenhuma mala e sair rapidinho do aeroporto de destino. Essa nova delimitação vai segundo o porte de cada aeronave e volume.
Já nos voos internacionais a mudança é gradativa. Dos atuais trinta e dois quilos que são capazes de ser despachados, a revisão propõe que sejam dois volumes de 23 quilos qualquer um só por meio da vigência da publicação. Ok, parece envolvente pelo motivo de dizem que nós brasileiros temos leis mais abrangentes quanto ao volume aceitável do que em outros países, no entanto a tendência é que a gente “entre no eixo” e aprenda a fazer malas mais enxutas ou abrir a carteira para pagar pelos excessos. Dentro de um ano, ou melhor, no final de 2017, será reduzido para um volume de 23 quilos e, após mais um ano, fica a critério das organizações cobrarem deste modo. “Acredito que a novidade não trará tanta mudança ao bolso do comprador, entretanto pode haver qualquer repasse por este gasto e é preciso estar preparado”, anuncia o educador financeiro Pedro Braggio.
Outra revisão prevista é a isenção de assistência utensílio após 24 horas no momento em que o fundamento de atraso ou cancelamento de voos for de “força superior imprevisível”, como fatores climáticos. Essa assistência é a acomodação, alimentação e acesso à comunicação no momento em que tu não consegue chegar ao seu aeroporto de destino. A organização dá o auxílio e tem vinte e quatro horas para resolver isto. Passado esse período e o impedimento continuar, já nem será mais responsabilidade dela. O mau tempo é o principal fator para essa revisão, que foge da alçada da corporação em resolver e ainda ter que arcar com tais custos por longo tempo.
– Se você compra a passagem e por conta de alguma eventualidade não podes mais viajar poderá ter o direito à desistência. Contudo atenção às normas: é possível ser reembolsado no valor da passagem caso esta tenha sido comprada no mínimo 7 dias antes da data do voo. E o pedido de desistência deve passar-se em até vinte e quatro horas após feita a compra para dessa forma receber cem por cento do valor.
– De acordo com a companhia, os bilhetes conseguem ser transferíveis a outra pessoa. E caso o nome ou sobrenome esteja falso, poderá ser corrigido pela organização, sem custos, antes da emissão do cartão de embarque.
– Se houver cancelamento ou alteração, a companhia deverá doar uma opção de bilhete com multa de até 5% do valor pago.
– Quando o voo for alterado e esta mudança for superior do que 15 minutos, tú pode discordar. Caberá à organização remarcar o voo com data e hora mais convenientes.
– Se você cancela o voo, o reembolso ou estorno necessita ser feito em até sete dias depois da solicitação, conforme as normas da companhia. Já o reembolso por atraso, cancelamento, interrupção e preterição deve ser instantâneo.
– Pro extravio de bagagem em voo doméstico ou com destino para o Brasil, há uma socorro imediata de 100 DES. Trata-se do Justo Especial de Saque que tem cotação pelo Banco Central e funciona como outra moeda: 1DES equivale sobre R$ cinco. Se a mala for extraviada em voo com destino internacional o reembolso necessita ser feito no valor limite de um.131 DES em até 14 dias.
A proposta de revisão já foi aprovada pela Anac e está em fase de realização de audiência pública. Elas serão realizadas no dia 5 de abril em Brasília e oito de abril em São Paulo e na web, por envio de e-mail à Anac. A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), que representa as companhias Gol, TAM, Azul e Avianca, é favorável às mudanças do ponto de visibilidade de perspectiva de melhoria de serviços e custos e até de competitividade no mercado. A perspectiva da Anac é de que as normas atraiam o ingresso de empresas de pequeno custo (low-cost) no mercado nacional.
O Ministério Público Federal em São Paulo resolveu cobrar mais informações à Anac sobre a consulta pública que poderá mudar normas como a da cobrança de bagagem. Outra questão em visão pelo órgão público é a limitação da assistência prestada em voos atrasados e cancelados. A agência recebeu período de quinze dias para enviar as informações, até o término do mês de março.
Também está em trâmite a Proporção Provisória 714, que permite a participação de 49 por cento de capital estrangeiro nas companhias brasileiras. A ideia é que a ampliação de 20 por cento ara 49% facilite o acesso ao crédito no exterior e amplie a circunstância de parcerias e associações. A MP ainda necessita atravessar pelo Legislativo e pelo Congresso até 30 de junho.
Msthurnell/ e /

Vulcões para conhecer mais

Este artigo é para as pessoas que tem Aventura como sobrenome. Ama ver onde tudo ocorre: de uma cachoeira gigante, picos com paisagens de recolher o fôlego ao pé de vulcões que conseguem atormentar quem estiver em volta a cada instante. O perigo de visitar um vulcão é sempre vasto, no entanto convenhamos que é o passeio a se fazer uma vez na vida. É lá que se percebe a força da meio ambiente e o respeito que se deve ter por ela. Para aguçar seu paladar aventureiro selecionamos alguns vulcões que intimidam, todavia permitem você perceber o núcleo borbulhante da Terra.
Nem bastante retirado do Brasil, a Avenida dos Vulcões, pela Cordilheira dos Andes equatoriana, já dá para constatar o friozinho na barriga de estar perto de um gigante adormecido. Um não, vários. Ao todo são oito dos maiores montes do país. O apelido à região, que se estende até o sul da capital Quito, foi dado pelo explorador alemão Alexander von Humboldt, em 1802.
O mais alto deles é o Chimborazo, com seis.Dois mil metros, mas que não entra em vigor desde o século 6. O mesmo não se pode manifestar do segundo mais grande, o Cotopaxi (cinco.8 1000 metros), que já expeliu chamas por 50 vezes nos últimos 300 anos. No Parque Nacional Cotopaxi você pode escalar o vulcão. No ambiente há também as formações Corazón, Rumiñahui e Atacazo, além de restaurante e um hotel de luxo.
Mesmo dinâmico desde 1968, no momento em que a última erupção destruiu vilarejos e deixou dezenas de mortos, o Arenal é um grande atrativo turístico pela Costa Rica. Ele é considerado um estratovulcão, por ter suporte em modelo de cone, encostas íngremes e uma pequena cratera no cume. Teu formato é semelhante ao Teide (Espanha), Fuji (Japão), Cotopaxi (Equador), Mayon (Filipinas) e Rainier (EUA), considerados os mais letais do planeta por terem causado a morte de mais de 260 mil pessoas desde o ano 1500. Isto por causa de são feitos com camadas alternadas de fluidez de lava, cinzas e blocos de pedra não derretida.
A pressão de uma camada a respeito da outra faz com que a erupção seja violenta. Tu pode percorrer o entorno do Arenal, subir fração dele ou ainda apreciar o equipamento alaranjado que percorre um de seus lados. Nem é extremamente seguro dirigir-se além pelo motivo de apesar de fazer tempo que nem tem erupção, ainda há gases tóxicos sendo ventilados. Contudo há quem se arrisque e pague caro por essa aventura. Dentro do Parque Nacional Vulcão Arenal você poderá aderir aos esportes radicais: rafting, rapel em cachoeira, trilhas e mountain bike.
Mantido pela Unesco, o Popocatépetl é um dos mais ativos no país, a 70 quilômetros da Cidade do México. Teu nome ou melhor “montanha de fumo” em Nahuatl. No século 16, monges construíram monastérios nas encostas do monte. Habitantes que vivem bem próximo dele sabem do risco desde estrato-vulcão “enfurecer”.
O Centro Nacional de Prevenção de Desastres no México classifica a atividade do Popocatépetl na fase 2, amarela, em que orienta impossibilitar aproximar-se a um raio de menos de 12 quilômetros e mantém alerta para planos de evacuação em caso de erupções mais intensas. Atualmente o vulcão mantém atividade explosiva considerada de baixa a intermediária, nuvens de cinzas e experctativas de erupções de curto alcance.
Em extrema atividade, o monte Mayon, pela província de Albay, é considerado um dos mais bonitos vulcões na tua assimetria e formato cônico, do tipo “clássico”. É desta maneira que quem se arrisca em escalar suas encostas íngremes são os mais adeptos a aventuras deste tipo.
Em 2013, ele expeliu cinzas e pedra, formando uma nuvem de 500 metros sobre o pico. 5 alpinistas faleceram enquanto escalavam em direção ao cume. Nos registros, o monte Mayon entrou em erupção quarenta vezes em quatrocentos anos.
A ilha do gelo, ao norte do continente europeu tem mais de 100 vulcões, dos quais cerca de trinta são ativos. Em média, o país registra um evento vulcânico significativo a cada 5 anos. As atividades mais recentes foram o Eyjafjallajokull, em 2010, e Bardarbunga, em 2014. Desde a Idade Média, um terço de toda a lava que cobriu a superfície no planeta foi gerada por erupções pela Islândia. O país concentra tanta atividade por causa de está a respeito da divisão das placas tectônicas que dividem a Eurásia da América do Norte.
De retirado o passeio mais incrível para se fazer quando se fala vulcões é no Thrihnukagigur. Ao sul da ilha, o vulcão adormecido há quatro mil anos revela teu interior aos aventureiros curiosos. Em sua câmaras de magma – em desuso, claro -, tú desce 110 metros por um tipo de elevador e se depara com a coloração dos tons do arco-íris nas paredes. A câmara é tida como o coração de um vulcão, em razão de é ali que a rocha em estado líquido se concentra até descobrir uma fresta para explodir para a superfície. Normalmente a cratera se fecha com a lava já fria e endurecida, mas o Thrihnukagigur é uma exceção.
Segundo o governo do país, a mesma atividade geológica que cria os vulcões provê o suprimento de energia geotérmica quase que infinita. Por volta de 90 por cento das casas pela Islândia são aquecidas com calor geotérmico, um dos tipos de energia mais baratas e limpas no planeta.
Cada diz sobre Havaí envolve no mínimo surfe, praia e vulcões. Em uma geografia de muitas montanhas e mar de águas cristalinas, a atividade mais intensa da meio ambiente por ali vem da terra. A cadeia de ilhas que formam o Havaí tem por identidade as atividades vulcânicas que deram e ainda dão modelo a elas. São ilhas vivas. O Parque Nacional de Vulcões do Havaí tem entre seus personagens mais velhos o Mauna Loa, também o mais largo no planeta.
O vulcão mais jovem da Terra e mais ativo – e e mais popular desta maneira – é o Kilauea, que fica pela Big Island. Desde 1983 ele se descobre em erupção praticamente sem parar, o que acrescentou à ilha uma área de dois mil m². Pros habitantes e turistas é um espetáculo para se visualizar de tão perto e diariamente. O Kilauea tem mais de uma cratera, sendo a Halema’uma’u considerada a residência da deusa Pele. Na espiritualidade dos havaianos, ela é a deusa que aprecia viver em poços profundos, cheios de fogo. Tendo passado por imensos vulcões pelo arquipélago, dizem que ela habita o Kilauea e que sua presença provoca espetáculos geológicos.
Espalhados pelo arquipélago, vulcões adormecidos ou em plena atividade marcam o alerta constante e os registros históricos da região. A erupção do Gunung Tambora, em 1815, provocou tamanha nuvem de fumaça que alterou o clima no mundo durante um ano. Já em 1883, a erupção do Krakatau provocou um tsunami e, com ele, a morte de milhares de pessoas. Isso mostra o potencial destrutivo de elementos da própria natureza e ao mesmo tempo o convívio dos seres vivos com tamanha força.
O monte Bromo é famoso na fumaça avermelhada e pelo festival que o povo Tengger realiza. No decorrer do festival Kasada, eles ofertam vegetais, frangos e até dinheiro atirando em direção à cratera. Ele está no Parque Nacional Bromo Tengger Semeru. Semeru também é um dos vulcões visitados. Tu podes percorrer o entorno deles a pé, de jipe ou até a cavalo.
Na dolce e bella Itália estão três vulcões bem conhecidos entre os turistas: Stromboli, Etna e Vesúvio. Pela região da Sicília, o vulcão Stromboli tem altura tímida, de 924 metros, com encostas não tão difíceis para as pessoas que nem é expert em escalada. O passeio todo toma 6 horas, sendo três para subir em direçã ao cume. Lá em cima tu vai avistar o pôr-do-sol sobre a região e ainda terá 45 minutos para apreciar o fogo na cratera.
Ali perto fica o Etna, vulcão mais alto em vigor na Europa. Apesar de estudado há diversos anos, continua imprevisível. Sua localização marca onde as placas tectônicas da Europa e da África se “batem”. O monte que tem mais de 400 crateras, passou a fazer divisão da lista de patrimônio mundial da Unesco na diversidade de fauna e flora endêmicas, resultando o recinto fonte de estudos e pesquisas. A escalada de três 1 mil metros toma um dia inteiro.
O vulcão Vesúvio, na cidade de Nápoles, precisa ser o mais turístico dos três, tendo entrado em em erupção pela última vez em 1944. Percorrendo 1 mil metros já se chega à cratera principal, de onde se podes observar o vapor de alguns pontos e o constante cheiro de enxofre. De lá de cima tú pode tocar micro-ônibus e táxis para descer. Vesúvio é com facilidade associado à cidade de Pompeia, que foi destruída em uma erupção em setenta e nove d.C.. Pessoas faleceram instantaneamente pelo calor da lava que, depois de esfriada e com camadas das cinzas, se imortalizaram para serem um dos registros arqueológicos mais impressionantes do planeta.

Dez coisas difíceis de pôr na mala: como solucionar?

Será que vai amassar? Isso pode comparecer numa bagagem de mão? Devo deixar este produto do lado de fora? Essas são outras das preocupações a respeito de as quais até mesmo os mais convencionais mochileiros pensam e repensam pela véspera da viagem.
Nem se preocupe. Existem soluções para praticamente cada equipamento que você precise transportar de um local para outro. Veja como receber esta verdadeira “guerra da bagagem” com sugestões para solucionar a acomodação de pertences quebráveis, delicados ou grandes excessivo, como seu casaco de neve ou tuas garrafas de vinho preferidas.
Câmera digital: Sempre que alguns viajantes se contentam em tomar fotos com seus celulares, vários nem abrem mão de conduzir toda a parafernália de uma câmera digital profissional. A dificuldade é que tudo poderá quebrar durante um voo. Um porta-câmera completo, repleto de compartimentos, é sua melhor solução e conta como artigo pessoal de bagagem. Nunca despache a câmera. Há milhares de casos de extravios, dessa forma o recomendado é mantê-la grudada em você.
Laptops: Apesar de que estejam ainda mais fininhos, os notebooks ainda são chatinhos de levar numa viagem, dado que pesam e ocupam um direito espaço. Sonhe bem se tem que mesmo transportar, já que dá para se virar super bem nas férias somente com um smartphone. Se estiver convencido, compre uma mochila que tenha um compartimento específico para o notebook. Dessa maneira, tu nem vai ter necessidade de tirá-lo da bolsa e colocá-lo separadamente na esteira da segurança do aeroporto, para depois pôr de volta. Nunca coloque-o na bagagem despachada, para que tú não chegue no teu destino com duas peças portáteis, é verdade, contudo inúteis.
Artigos de higiene pessoal: Colocar na bagagem de mão produtos de higiene pessoal parece fácil, entretanto pode ser um aborrecimento, essencialmente no momento em que se leva em conta todas as restrições e requisitos para líquidos em voos internacionais. O melhor jeito é abrir mão de transportar vasto quantidade de xampu, condicionador e sabonetes líquidos para usar os disponibilizados pelo hotel. Se nem quiser, há no mercado menores recipientes de plástico desenvolvidos pontualmente para essas ocasiões. Mesmo na mala despachada, evite botar tubos grandes, que são pesados e são capazes de estourar ao longo do voo, estragando outros pertences.
Vinho: De uma incursão turística por vinícolas ou de uma experiência enológica inesquecível em um restaurante, tu poderá ambicionar transportar garrafas de vinho como lembrança. Elas conseguem quebrar muito com facilidade e tú perderá esses achados fenomenais, a não ser que os compre nas lojas duty free do aeroporto. Há maletinhas específicas pra essa finalidade, que acomoda as garrafas em uma almofada de ar. Caso ache que não vale a pena investir, coloque-as em meio às roupas mais grossas, como uma jaqueta de inverno. Os vinhos comprados no aeroporto são embalados numa sacola especial e contam como uma bagagem de mão à cota.

paul david (busy running!) via Visualhunt / CC BY-ND
Roupas pro gelado: Nem importa a estação, os seus pontos de partida e de chegada conseguem ter padrões climáticos inteiramente diferentes. Casacos pesados ocupam muito espaço. O maravilhoso mesmo é viajar vestindo-os – eles conseguem até cuidar como um pequeno cobertor em um voo frio. Se nem for possível, coloque-o na mala bem embaixo, com o zíper aberto, e vá colocando as novas roupas por cima, dobrando as mangas por cima de tudo. É a melhor forma de otimizar espaço pela mala.
Jóias: As jóias são capazes de sofrer danos durante uma viagem se não estiverem bem acondicionadas na bagagem. Suave o mínimo possível. Coloque-as em um saquinho específico, em um compartimento separado. Uma sensacional dica são as caixinhas de comprimidos semanais para brincos, anéis e pequenos broches. Colares fininhos podem ser colocados em um canudo de plástico.
Sapatos: Além de pesados, sapatos ocupam muito espaço, porém é rara a viagem pra qual tú precisa de apenas um par. Escolha alguns que tu possa utilizar em mais de uma ocasião, como sapatilhas que se utiliza de dia ou à noite e sandálias que são capazes de ser usadas com calças ou shorts. Sandálias e chinelos podem encaminhar-se pela mesma sacolinha. Opte por utilizar seu calçado mais pesado, como uma bota, tais como, durante a viagem. Outra dica é acomodar cada par em uma touca de banho.
Suvenires: Lembrancinhas da viagem, de vidro, madeira ou outro equipamento de artesanato recinto, são delicadas e são capazes de quebrar facilmente. Suave na bagagem de mão sempre que possível, envolvendo-as em plástico bolha. Se despachar, como esta de as garrafas de vinho, coloque-as por entre as roupas mais macias.
Ternos: Se vai viajar a trabalho e seu terno deve regressar intacto no seu destino, existem métodos incríveis para acomodá-lo, cujos tutoriais estão disponíveis neste local e por aqui.

Fique atento aos 7 golpes mais aplicados em turistas

Poucas coisas são mais desagradáveis do que sofrer qualquer prejuízo durante uma viagem. Diversos deles ocorrem por pura desatenção, ingenuidade ou mesmo desconhecimento das técnicas utilizadas por pessoas especializadas em colocar golpes em turistas.
Conheça alguns deles e saiba como sair do teu passeio ileso de roubos, furtos e extorsões.
Golpe da imagem: As fotografias são divisão fundamental de todo turismo que se preze, mas é preciso tomar alguns cuidados para não cair em ciladas. Quem costuma pedir para estranhos fotografarem, poderá se surpreender no momento em que o “fotógrafo” sair correndo com a sua câmera ou cobrar uma propina para devolvê-la. Use e abuse do pau de selfie! Outro golpe que podes decorrer é se tu for requisitado para tomar imagem de um grupo. Alguém lhe entrega uma câmera já quebrada e, no momento em que tu avisa, põe a culpa do estrago em tú – que, é claro, terá de pagar o valor parecido ao conserto.
Golpe do táxi: O ponto principal é verificar se o táxi é licenciado, visto que, nos clandestinos, as corridas são capazes de ser superfaturadas. Na hora de pagar, tente ceder trocado, para que o troco não contenha notas grandes e falsas. Aliás, em alguns lugares, o provável taxista retira rapidamente a bagagem do turista do porta-malas e vai a despeito de, levando os pertences de mão que ele deixou no banco de trás. Para evitar transtornos, use os aplicativos, que têm motoristas credenciados e avaliados por outros passageiros.
Golpe dos presentinhos. Se um músico lhe dar um CD ou um artesão lhe der uma pulseirinha alegando ser presente, nem aceite. Eles informam, inicialmente, que é de graça, porém no momento em que tú toca no artefato, lhe obrigam a pagar – negando a devolução e, inclusive, chamando mais colegas para lhe constranger. No meio da confusão, alguém podes aproveitar para esvaziar seus bolsos. Seja firme e diga nem para cada presentinho oferecido pela estrada.
Golpe do mágico. Um artista vestido de ilusionista entretém teu ver com truques divertidos e significativas. Você para para assistir e, quinze minutos depois, no momento em que o baixo “show” termina, tu percebe que tua carteira, smartphone ou outro objeto pessoal também sumiu feito mágica (só que esses nem reaparecem). É tudo divisão de um esquema para pegar tua atenção e focar tua concentração no truque, sempre que um camarada limpa seus bolsos.

.com
Golpe do hotel. Tú está no seu quarto de hotel e recebe uma ligação do recepcionista, informando que houve um erro no seu pagamento e que, sendo assim, ele tem que certificar os dados do seu cartão de crédito. A pessoa, porém, nem tem qualquer vínculo com o hotel, e quer tomar posse dos seus dados para fazer compras e realizar fraudes que são capazes de até mesmo ir despercebidas entre seus gastos da viagem. Nem passe nenhuma informação por telefone. Seja a hora que for, desça pela recepção e verifique a veracidade do pedido.
Golpe da petição. Uma mulher ou um grupo de adolescentes pedem que turista assine uma petição por uma circunstância bem generalista, como a paz mundial ou o final da miséria. No entanto claro que só a tua assinatura não basta – tú terá de dar alguma contribuição financeira. Dezenas se inserem à pessoa que lhe pediu a assinatura para lhe pressionar e lhe extorquir.
Golpe da roupa suja. Numa caminhada tranquila na rodovia, alguém esbarra em tú e suja tua roupa de café, refrigerante ou ketchup. Podes ser mesmo um incidente, mas também podes ser um golpe. A pessoa vai se oferecer para acudir a limpar tudo, ao mesmo tempo em que também limpa seu bolso.
–

Next page →