Problemas no quarto de hotel? Saiba como definir em cinco informações

Está com dificuldades no quarto de hotel que você escolheu para se hospedar? Confira as dicas a acompanhar:
Salve o “Quero conversar com o gerente” para mais tarde. Várias queixas no hotel começam com estas seis expressões: “Eu pretendo conversar com o gerente”. Tu está irritado, cansado, e talvez até com raiva. Tu quer ir direto ao ponto, todavia resista a esse impulso. Na recepção, os funcionário são treinados para suportar com problemas fácil, como uma Tv quebrada, vizinhos barulhentos ou uma torneira pingando. Conduzir esses dificuldades ao próximo nível durante uma queixa inicial é desnecessário e um insulto para os recepcionistas. Só considere chamar o gerente se os recepcionistas estão lhe ignorando ou se já fez várias solicitações, porém nem recebeu resultados. Considere os funcionários da recepção seus aliados competentes e confiáveis – até que se prove o contrário – e deixem que eles cuidem do que tú precisa.
Tenha expectativas realistas. Tu reservou um quarto de hotel com apoio nas imagens que viu na internet, que mostravam um quartinho descomplicado com diárias baratas, que incluíam até café da manhã. Contudo ao regressar lá, viu que o colchão era desagradável, as toalhas finas, o chuveiro precário. É claro que você ficaria desapontado se estivesse esperando um colchão espantoso, toalhas macias e chuveiro potente. Porém seria burro reclamar sobre as comodidades em um estabelecimento tão barato. É um exemplo extremo, porém mantenha suas expectativas dentro da realidade e esteja correto que tuas queixas são solucionáveis. Claro que você tem certo a um quarto limpo e seguro, com o mínimo de ruído possível, pelo menos ao longo da noite e as primeiras horas da manhã. Se algo não está certo, é razoável mencionar a dificuldade, porém seja realista.
Visualhunt.com
Documente tuas reclamações. Faça tua queixa da forma mais específica possível. Falar apenas que o quarto está sujo não será bastante para atingir a atenção que tu precisa. Prefira ser direto, como “há duas baratas no quarto” ou “a banheira está com mofo”. Tire imagens e faça anotações, atentando às datas e aos horários. Apresente esses documentos à recepção e…
Guarde o nome do atendente. Quando um funcionário do hotel diz que irá pesquisar sua reclamação, acesse de imediato para a etiqueta ou crachá que ele estiver utilizando e decore teu nome. Se não houver nenhuma identificação, pergunte. Várias queixas são perdidas porque o hóspede não domina para que pessoas reclamou, o que é comum, especialmente em grandes hotéis, onde há diversos funcionários pela recepção. Nessas situações, geralmente não dá para dizer que dialogou com “aquele cara que estava trabalhando por aqui ontem, por volta das 17h”. Com certeza, não havia só um funcionário naquele horário. Anote o nome dos seus interlocutores até que teu dificuldade esteja resolvido.
Leve a queixa às “instâncias superiores”. Desejamos a todo o momento ser otimistas, todavia é preciso expressar que, por vezes, você vai esgotar todas as tentativas razoáveis para resolver um defeito em sua hospedagem. Essa é a hora em que tu vai escalar a reclamação pras instâncias superiores. Se o hotel é de uma vasto rede, entre em contato com a sede da franquia, informando o que já ensinamos nos itens anteriores: documentações sobre a queixa e o nome das pessoas que o atenderam. Outra opção é transportar a tua queixa a uma agência equivalente ao Procon no exterior. E não esqueça: Facebook e Twitter também são capazes de ser efetivos. A maioria das organizações têm especialistas em mídias sociais que monitoram cada reclamação que possa causar vexame. Às vezes poderá ser mais rápido adquirir uma resposta ali, na internet mesmo.
–